Descruze os braços

Descruze os braços.

Nada de bom vem de alguém de braços cruzados. Ninguém conta uma piada nessa posição, poucas pessoas riem enquanto permanecem com um braço sobre o outro. Não é à toa que braços cruzados são o símbolo universal dos leões-de-chácara e seguranças em geral. Pessoas que agem como portas humanas precisam disso, você não.

Descruze os braços. Pássaros não voam de braços cruzados, não existe nenhuma dança com braços sobrepostos. Tudo bem, talvez na Rússia, mas lá faz frio. Nos trópicos, as pessoas se entrelaçam os braços, aproximam os corpos. Quem cruza os braços fica no canto bebendo e ouvindo a música. Braços soltos são sinônimo de liberdade, de alegria, de criatividade. São vermelhos ou amarelos. Braços cruzados são grafite ou cinza.

Descruze os braços.Enquanto você está assim, suas mãos também ficam ocupadas. Elas se mantem apertando o corpo inteiro contra si mesmo, e perdem a chance de apertar outras coisas. Mãos alheias, por exemplo. Uma pessoa de braços cruzados não se dispõe a fazer um favor e pegar algo, ou receber um presente. Mesmo porque poucos se arriscam a tentar presentear alguém de braços cruzados.

Descruze os braços. Seus cotovelos não foram criados somente para ser uma espécie de joelhos de cima. Eles também servem para te proteger. Pense em um show agitado, ou em um ônibus lotado. São os seus cotovelos que impedem outras pessoas de invadir seu espaço, a sua privacidade ou coisa pior. Mas enquanto você está de braços cruzados, eles estão presos à frente do corpo, apontando para alguém que não vai mesmo querer se meter com você. Por outro lado, você fica vulnerável a todo tipo de agressões, como socos nas costelas e chutes no rim. Talvez até punhaladas nas costas.

Descruze os braços. Uma posição dessas cria uma barreira diante de outras pessoas.  Se as bandeiras piratas fossem pintadas em uma outro plano, você veria que aqueles ossos na verdade estão cruzados em frente à caveira simbólica. Eles dizem “afaste-se” com vemência, até para quem você não vê problema em se aproximar. Cruzar os braços é como fechar uma porta pública, diante de qualquer outro que chegar à sua frente. E você sabe como é horrível alguém bater a porta na sua cara.

Descruze os braços. Símbolo de atitude defensiva, essa posição só faz aumentar o sentimento interno de proteção, independente de não existir um inimigo. É uma espécie de retroalimentação, em que sua emoção faz o gesto, e o gesto fortalece a emoção. Ao cruzar os braços, você constrói a guarita necessária para se proteger enquanto completa uma muralha intransponível.

Veja, você não precisa acreditar em mim. Não faço questão nenhuma, porque é irrelevante no final das contas. A maior parte de tudo escrito aqui é ciência, ela não depende da sua fé para ser verdade. O resto… O resto é puro palpite meu, mas você provavelmente acreditaria se não estivesse de braços cruzados.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Crônicas do Opinioso

2 Respostas para “Descruze os braços

  1. Haha… Acho que vc além de “andar praticando observação de linguagem corporal”, está pensando bastante nisso, hein?!

    Bem… Linguagem corporal é uma ciência clínica… Apenas elaborada por observação, sem testes complementares, ou genética, ou algo que comprove e de certeza do seu significado… E assim, para assíduos fãs de House, sabemos que nem sempre aquilo que se observa clinicamente é comum a todos ou 100% certeza…

    Mas concordo… Descruze os braços! Não é atoa que essa é uma expressão para representar algo tipo: AJA! MEXA-SE! ^^

  2. André Arruda

    Very nice one. =)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s