Marcelinho, o Opinioso, comenta: Jagodes

Lá se vão algumas semanas sem escrever por aqui. Tenho várias desculpas para isso: trabalho demais, rotina alterada, recuperação de sono perdido. Mas já chegamos ao consenso, caro leitor, de que eu não preciso ficar me explicando. Não é como se eu estivesse decepcionando alguém por vontade própria, já que nunca tentei criar expectativas.

Também não me sinto culpado porque vejo que quase nada mudou desde o último texto. Na economia, a recuperação continua devagar, com sinais contraditórios que fazem a bolsa subir e cair, como sempre. A gripe suína também é a mesma do começo. A população é que esta histérica, como se de repente tivessem descoberto o Ebola circulando por aqui. Só na política algumas coisas mudaram. Como de praxe, para pior. O que não quer dizer que não eu não tenha tido algumas surpresas.

O vocabulário do Collor, por exemplo. Não tive o desprazer de acompanhar seu governo em uma idade racional, por isso não tinha a menor idéia que ele usasse palavras como “hebdomadário”. Se o caro leitor não sabe o que é, faça como eu e procure no dicionário. “Hebdomadário” estava presente naquele discurso do olhar assassino, em que ele mandou o Pedro Simon engolir, o que em outras situações dava até divórcio.

Tasso Jereissati e Renan Calheiros também fizeram bonito no plenário. Deu gosto ver eles se chamarem de “cangaceiro” e “coronel”. Hipocrisia pura, é claro, ou pelo menos falta de espelho em casa. Espelho, não vidro, porque isso está sobrando nos telhados dos senadores. Tanto que o tão esperado acordo do “deixa-disso” está em processo de consolidação, após ameaças e chantagens da tropa de choque de Sarney. Cadê os corajosos de outrora? Cadê o Arthur Virgílio, réu confesso que disse que não cairia sozinho? Cadê o DEM? E o PT, que vai manter Sarney mas insiste em jogos de cena? Todo mundo junto agora, amigos desde criancinhas?

A cruel realidade é que sempre acaba nisso. Renan foi absolvido da cassação duas vezes no plenário, para depois renunciar à presidência. Isso significa que ele então não recebeu dinheiro de empreiteiras? Todos os jornais mentiram esse tempo todo? Quando liberarem o Sarney, ele volta a ficar com a ficha limpa, sem nunca ter se beneficiado de atos secretos e loteado cargos no Senado com o dinheiro público?

Dizem no Congresso que os acordos estão acima de qualquer coisa, até mesmo os regimentos internos. Mas isso não é só no Congresso, é no Brasil. São os acordos que dão fim às crises sem punir os corruptos e sem corrigir os erros, mas ninguém liga. A imprensa vai para o próximo escândalo, as pessoas vão para a próxima partuda de futebol. Pego mais um vocábulo de Collor, o intelectual: somos um país de jagodes, homens ordinários, joões-ninguém que desistem de gritar antes mesmo de chegarem perto da rouquidão.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em O Opinioso comenta

2 Respostas para “Marcelinho, o Opinioso, comenta: Jagodes

  1. Hehehe… eu também não tinha idade sapiente na epoca do Collor, mas sei o que é um Hebdomadário por que em francês toda revista tipo Veja é conhecida como Hebdomadaire.

    Já Jadodes eu desconhecia, achei que fosse alguma mistura de Jogador com Pagode.

    Mas não tenho tanta certeza dessa questão do Sarney e etc serem esquecidos, precisariam liberar uma boa grana pras Organizaçoes Marinho para poder se safar, o governo até que tá tentando segurar, mas toda semana sai nas revistas e no Jornal Nacional alguma falcatrua relacionado a tudo isso.

    Bem, enquanto isso fica a briguinha Globo x Record, cada uma falando alguma coisa da outra que todo mundo na verdade sabe, mas ignora.

  2. Faz tempo que não passo aqui… mas até você não tem passado tanto!

    Somos pessoas que só sabem reclamar….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s