Marcelinho, o Opinioso, comenta: Jarbas, Neves e a velha novidade

Se tem alguém que deve ter sido importante foi o Neves. Não o Pimenta, jornalista e assassino condenado e até agora impune. Falo do personagem da expressão muito utilizada “até aí morreu o Neves” que, para quem não sabe,  significa que as novidades acabaram, que aquilo que é dito não é mais interessante. Que dane-se o falecido Neves, notícia velha tem mais é que morrer mesmo.

Estamos em um momento “Até aí morreu o Neves”. Foi a impressão que deixou em mim a repercussão das recentes declarações do senador pernambucano Jarbas Vasconcelos, velha raposa do PMDB. Ele foi a público em uma revista de circulação nacional e falou que seu partido é cheio de adeptos da corrupção e do fisiologismo. Vergonha nacional! Como é que um homem público do gabarito do velho Jarbas chega a esse nível, de entregar os amigos. Dedo-duro! Jarbas dedo-duro!

O que se viu depois foi um festival de erros. Uma tragicomédia para quem, como eu, há muito perdeu a esperança na integridade de nossos governantes, mas sempre mantém restos de confiança em um ou outro. O senador gaúcho Pedro Simon, por exemplo, que lamentavelmente fez questão de ir à tribuna do Senado para lembrar que não é só o PMDB que é corrupto, mas todos os partidos. O velho argumento do mal comum: se todo mundo faz, não é ilegal, certo? Errado! Se PT, PSDB e PMDB, para ficar só nos mais citados no episódio, têm um quadro corrupto, devem se preocupar em extirpar rapidamente esses indivíduos, e não em apontar as manchas de sujeira nos ternos alheios enquanto escondem o paletó. E se é público e notório que isso ocorre, não é dever do homem público calar-se, e sim agir como Jarbas e conclamar a opinião pública a agir.

Também é de fazer rir que o PMDB se pronuncie sobre tantas acusações com uma nota simplória, feita para inglês ver, em que diz que o velho Vasconcelos foi muito genérico. Não foi. Jarbas citou nominalmente o novo líder do partido no Senado, o onipresente em escândalos e governos Renan Calheiros, criticou o novo presidente da casa José Sarney, só faltou xingar a mãe de Lula e não deve ter batido em mais gente por falta de espaço. Se isso não é ser específico, eu não sei o que é. Talvez identificar os indivíduos pelo nome completo e CPF. O PMDB não respondeu porque não havia o que responder. Falar que é mentira? Mais da metade da bancada do partido no Senado responde a processo na justiça. Foi até bom ñão ter ocorrido uma defesa mais contundente. Poderia ter soado como hipocrisia.

Jarbas tem seus defeitos? Tem. É óbvio que não falou o que falou apenas por uma mistura de ímpeto auto-destrutivo com desejo de ver o bem vencer o mal. Envolvendo todo o episódio estão as eleições de 2010, o equilíbrio político de forças regionais em Pernambuco, entre outras coisas da velha política brasileira. Vasconcelos sabe disso, e sabe também que provavelmente todo o burburinho não vai dar em nada. Não é novidade que no Brasil a moral e a preocupação com a honestidade de nossos políticos fazem companhia ao falecido Neves.

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em O Opinioso comenta

2 Respostas para “Marcelinho, o Opinioso, comenta: Jarbas, Neves e a velha novidade

  1. Finalmente alguém anotou essa bobagem de que o senador não citou nomes. Lula, Sarney e Renan, só para começar.

  2. Pra mim esse Neves falecido se tratava do Tancredo. E o que vem a ser alguém adepto de Fisiologismo? Na minha profissão isso não é nenhuma ofensa ou crime, é de fato uma parte importantíssima, seja ela Animal ou Vegetal.

    As vezes eu fico pensando se é só aqui no Brasil que essas coisas acontecem, eu quero (e ao mesmo tempo não quero) acreditar que não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s