Um Beijo, Bial!

Às vezes eu vejo pessoas reclamando do trabalho, dizendo que não sabem como foram acabar fazendo aquilo. E faz sentido pra mim, porque eu também normalmente não entendo como elas acabaram naquele emprego. Sei lá, como é que o Rubinho resolveu ser piloto de Fórmula 1? Quem foi o filho da mãe que falou para ele “Rapaz, você é rápido. hein? Devia correr profissionalmente!” Deve ser o mesmo cara que falou para o Roque Jr que ele tinha jeito de zagueiro.

Para ser sincero, tem vezes que eu sequer compreendo como é que existem alguns empregos. Por exemplo, como foi que a Luiza Ambiel resolveu ser a garota da Banheira do Gugu. É uma escolha profissional difícil! Imagino, sei lá, aquele almoço de família bacana, domingão, aí sua filha vira e fala “Papai, quando eu crescer eu quero me esfregar em uma banheira com homens tentando impedí-los de pegar sabonetes! Ah, e na televisão!” Se fosse comigo, eu quebrava o nariz da menina. Sério! Se ela for feia, não vão querê-la mais para isso, certo? E aí ela cresce, e vira modelo, mas é claro que ela só vê aquilo como etapa para a realização do sonho.

Outro cara que eu nunca vou entender: Oswald de Souza. Quem lembra dele? Exatamente, o matemático do futebol. É sempre a mesma coisa: vai chegando o final do campeonato e começa a aparecer “Segundo o matemático Oswald de Souza, o São Paulo tem 24% de chance de ser campeão.” Eu quero acreditar que ele não fez quatro anos de faculdade para ter o nome no Globo Esporte de outubro a dezembro. E como é que ele faz essas contas? Eu acho que ele chuta. Ele fica em casa, sei lá, baixando pornografia na internet (afinal, ele é matemático), aí alguém liga e pergunta “E aí, o Flamengo leva o campeonato esse ano?” E ele “Talvez… Quem sabe… Pelas minhas contas, tem aí uns 38% de chance”. Será que ele pelo menos usa o status dele para tentar pegar mulher? “E aí, gatinha, quanto por cento de chance eu tenho de te levar pra cama hoje, hein?”.

Falando em ilustre desconhecido, tem gente que eu até queria entender a escolha da profissão, mas não dá. Porque nem o cara sabe a profissão dele. Por exemplo, o Dado Dolabella. O que ele coloca no currículo? Ator-cantor-pitboy-filho da Pepita Rodrigues? É igual ex-big-brother. Como será a entrevista de emprega de alguém assim?

– Você tem alguma experiência?

– Bom, eu sou habituado a confinamento com gente sarada e hidromassagem.

– Ok… Pretensão salarial?

– Ah, no meu último trabalho eu ganhei 300 mil em dois meses. Faça as contas.

– Interessante… Tem alguma referência?

– Pedro Bial. Sabe tudo de mim, conhece minha família. Aliás, se ele estiver vendo, um beijo, Bial!

Anúncios

5 Comentários

Arquivado em Idéias para Stand Up

5 Respostas para “Um Beijo, Bial!

  1. irere

    Um amigo me disse:
    tenha sempre 4 numero em mente.
    por exemplo 4,9,2 e 7
    quando seu chefe perguntar:
    “- Qual a porcentagem das vendas até hoje?”
    – 47% em relação ao mês passado.
    se um outro funcionário de um outro setor perguntar:
    “- Como está a produtividade?”
    “- 72% em relação às metas.”

    Números prontos pra perguntas imbecis feitas para saciar uma curiosidade mórbida e totalmente desnecessária. Porém o método é eficaz.

  2. hahaha

    Verdade… Pior q eu me imaginei triando e fazendo entrevista de seleção com um ex-bbb! Trash…

    Outro aspecto q esse texto me lembrou é a necessidade de estar em um cargo pomposo…. Secretária vira Assistente de secretariado executivo; atendente vira agente de atendimento ao público…

    Eu no RH:
    _Fulana, onde eu coloco esse Assistente de secretariado executivo? Que que isso faz?
    _ Põe na pasta secretária…

  3. Ué, sempre vai ter alguém disposto a fazer aquilo que ninguém mais quer.

    Se tem vaga para carimbar tartarugas na ilha de Trindade, o que eu vou pensar?

    “Po, to fazendo nada, se pá ainda aprendo a surfar”

    Ossos do Ofício.

  4. Jr.

    gostei deste teu sarcasmo convertido em palavras, crônica ou coisa que o valha… daria uma boa coluna na grande imprensa… este nosso jornalismo carrancudo preciso de coisas assim… digo sem demagogia…

  5. Jr.

    me lembrou Woody Allen… rs
    Cuca Fundida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s